TECONOLOGIA DA INFORMAÇÃO E NEGÓCIOS

Oito lições de TI aprendidas a partir das Olimpíadas de 2012 – Gestão – CIO

In ARTIGOS E OPINIÃO on 28/08/2012 at 9:20

Oito lições de TI aprendidas a partir das Olimpíadas de 2012

As olimpíadas de Londres testemunharam mais dados movendo-se ao redor do mundo do que nunca. Os aplicativos, a infraestrutura e o conhecimento técnico necessários oferecem valiosas lições para os CIOs.

Para os CIOs, um grande evento esportivo que atraiu mais de 1 bilhão de visitantes para sua página oficial e duplicou o número de espectadores na página da NBC Olympics fornece uma boa lição sobre como gerir sua infraestrutura, evitar resultados inesperados e manter suaves as operações da empresa, mesmo durante um grande pico de tráfego de rede.

As oito lições de TI listadas abaixo podem ajudá-lo a melhorar os serviços em seu data center ou reforçar o monitoramento just-in-timeda rede.

1. Inteligência de negócios pode expor os dados de novas formas
A QlikTech revelou alguns fatos surpreendentes durante os jogos quando executou  ao vivo um aplicativo de inteligência empresarial chamado QlikView para 30 atletas mais populares. Segundo Anthony Deighton, o CTO da QlikTech, este aplicativo de BI chegou a ajudar os telespectadores a preverem quem poderia ganhar o bronze, a prata ou o ouro em determinada prova. A lição é sobre a descoberta de dados que um CIO pode não ter visto antes de utilizar resumos rápidos e dispostos visualmente. Ele diz que a convergência das redes sociais com a inteligência de negócios captura o poder das plateias para acelerar as decisões.

2. Observe as redes durante as transmissões online
Mark Urban, especialista em segurança de redes da Blue Coat, uma empresa que cria ferramentas para caching de redes, diz que um funcionário assistindo uma transmissão em alta definição das Olimpíadas pode consumir até 30% de uma conexão T1, de acordo com o próprio monitoramento de rede da empresa. Urban diz que existem custos diretos para esta saturação de vídeo, a maioria deles relacionada à administração de redes para eventos ao vivo e gravados. Este ano, diz ele, as visualizações em canais do YouTube duplicaram para 53 milhões.

3. Redes sociais podem aleijar os serviços GPS
Durante um evento em Londres, fãs tuitando sobre uma corrida de bicicleta interferiram nas operações de rede. A interrupção significou que as emissoras não puderam fornecer informações baseadas em GPS sobre a velocidade e localização dos ciclistas. Brian Jacobs, um gerente de produtos sênior da Ipswitch Network Management, diz que o problema poderia ter sido evitado utilizando programas de administração de rede que colocassem um limite específico de atividade em uma página em particular (incluindo o Twitter). Para os CIOs, a lição está em garantir que exista um plano de contingência para manter uma rede ativa e funcionando.

4. Faça um teste de estresse com sua página utilizando a nuvem
Simulações podem ajudar a evitar desastres. Para a página oficial London2012.com, o Comitê de Organização de Londres (LOC) utilizou o software de testes SOASTA para simular até 1 bilhão de pessoas acessando o site a partir de todos os países do mundo. O programa CloudTest utiliza 17 servidores para atacar uma página de internet e descobrir se a mesma sobreviverá ao uso intenso durante um evento em particular. Paul Bunnel, arquiteto líder para o LOC, diz que o comitê utilizou o SOASTA para testes de estresse em provas populares específicos, como a final dos 100 metros.

5. Planeje envios e treinamentos em massa 
Uma interessante lição dos Jogos é sobre como administrar um acúmulo em massa. Foi pedido que a Acer fornecesse a maior parte da infraestrutura de Ti com servidores, notebooks e dispositivos móveis. Para preparar-se para os jogos, a empresa enviou 420 pessoas para instalar, testar e gerir o equipamento de TI. Todd Olson, o administrador do programa Acer nas Olimpíadas de Londres, diz que sua equipe foi enviada inicialmente em 2009 e treinou o LOC antes dos primeiros eventos. Ele diz que o maior desafio foi garantir que o LOC poderia manter seu treinamento para o agitado treinamento de duas semanas.

6. Proteja dispositivos perdidos ou roubados
A Venafi, uma empresa de proteção de empreendimentos, conduziu uma pesquisa de estudo por telefone e descobriu que existe um potencial de 67 mil telefones que podem ser perdidos durante o período de duas semanas.  Curiosamente, o porta-voz da Venafi, Gregory Webb, diz que o conceito de um perímetro de segurança para dispositivos móveis simplesmente não irá funcionar no sentido físico. Já que muitos celulares perdidos serão relacionados a negócios, a única solução é codificar os dados. Webb diz que a lição está em proteger não apenas os servidores, mas os próprios dados e como os mesmos são acessados.

7. Evite altos perfis de fraude
Muitos eventos geram grandes tentativas de fraude, e as Olimpíadas não são exceção. Durante os Jogos,  participantes e telespectadores são, muitas vezes, apanhados na emoção da competição e podem virar presas de anúncios súbitos de notícias falsas, tais como tuites sobre um criminoso famoso sendo capturado com um link para saber mais sobre a informação.

Ondrej Krehel, o chefe de segurança da informação da IDentity Theft 911, diz que os ataques de engenharia social têm um pico durante as principais provas. A lição para qualquer empresa é a de que os funcionários devem ser mais susceptíveis a novas técnicas de hackers caso estejam distraídos.

8. Reforce a capacidade de seu data center
Antes de qualquer evento de grande importância, especialmente da magnitude dos Jogos Olímpicos, certifique-se de que seu centro de dados possa lidar com a investida. Neil Cresswell, diretor administrador de infraestrutura da Savvis, diz que a empresa se preparou para as Olimpíadas por 18 meses. Ele adicionou um quarto data center em Londres, aumentando a capacidade de megawatts na área Oeste da  cidade para o caso de existir qualquer problema de transporte de combustível. Por último, a Savvis limitou a manutenção não crítica durante os Jogos.

Oito lições de TI aprendidas a partir das Olimpíadas de 2012 – Gestão – CIO.

Anúncios

Participe!...Deixe um comentário. Quem não é visto não é lembrado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: