TECONOLOGIA DA INFORMAÇÃO E NEGÓCIOS

APRENDER A APRENDER – O Princípio de Tudo!

In ARTIGOS E OPINIÃO on 04/02/2012 at 14:00

Hoje, vivemos um paradigma na educação. Embassados nos ditares freireanos da educação sócio-construtivista, nós professores, somos impelidos a levar a educação como educador que incentiva, que distribui o conhecimento, que peleja informar e praticar conteúdo e fazer com que a prática seja saudável companheira da teoria no dia a dia do alunato, que hoje, classifica-se como educando.

Então, nós, ex-professores e hoje educadores estamos reciclando conhecimento e absorvendo os mais variados pratos de saberes tornando-se gestores educacionais modernos.

Aprendemos a construir ambientes para o aprendizado cada vez mais interativos, cada vez mais focados no saber fazer.

O educando deve hoje receber saberes que o coloquem frente a frente com o fazer para aprender sempre em um feedback de novos aprendizados.

Bom, isso tudo é muito bonito, porém, esqueceram de preparar o aluno para receber esse tipo de informação, o aluno ou educando não tem interesse em fazer, não tem interesse em mudar de sistema.

Alguém precisa dizer para os educandos que eles , hoje, não são mais simples e eméritos expectadores, que hoje eles estão do lado de dentro do palco, que fazem parte do espetáculo e são atores atuantes e não figurantes do espetáculo e que o educador é um orientador e facilitador do aprendizado e não um simples passador de informações, mas sim formador de cabeças pensantes.

O problema é que pensar custa. Custa muito cansaço e muito mais mudanças de hábitos, afinal, para que mudar? Se está bom, deixa como está.

O educando precisa saber que tudo mudou, precisamos, em um mundo globalizado, de cabeças pensantes, afinal, o Brasil está entrando para o grupo de seletos países ditos desenvolvidos e considerados potências mundiais.

O aluno-educando precisa entender de uma vez por todas, que desenvolvimento não acontece por acaso e muito menos as custas de assistencialismo em toda a concepção da palavra.

Assistir não é mais a palavra da vez, agora é fazer acontecer para ter o que assitir.

Então, façamos acontecer, começemos do zero, coloque tudo novo na sua cabeça, comece por aprender a aprender.

Abraços e fiquem na PAZ

Prof Mario Costa

Anúncios
  1. Nos dias de hoje, vevemos a Educação assistencialista, onde oexercico do pensar, que visa a ess~encia do sujeito crítico em relação ao seu tempo, sua realidade, sua história, etc., já não são tão considerados, infelizmente.é preciso olhar sob outros prismas, quebrar,m questinar velhos conceitos, paradigmas e partir da máxima do filósofo; Tudo sei que nada sei.Ensinantews e aprendentes devem estar preparados para as mudanças e os novos cenários que se apresentam, a evolução coletiva depende do todos, não só das partes.Abraços gostei muito do texto.Fátima Machado

Participe!...Deixe um comentário. Quem não é visto não é lembrado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: